By

Numa relação ambos têm de funcionar como uma equipa. Quando cada um começa a viver para seu lado, sem se preocupar com o outro, é sinal de que a relação não está bem. Saiba o que fazer nestas situações.

Numa daquelas músicas que caracteriza as relações dos mais apaixonados, João Só e Lúcia Moniz cantam assim: “E eu cá vou/ Gozando os louros deste achado/ Contigo de braço dado, para todo o lado”. Sinta ou não borboletas no estômago ao ouvir esta canção, uma coisa é certa: numa relação os protagonistas devem caminhar lado a lado em todas as situações. Quer isto dizer que, independentemente de terem opiniões contrárias, ambos devem ouvir-se e compreender-se para que o namoro/casamento siga um rumo saudável. Quando tal não acontece é sinónimo de que a relação não está bem. Quem são as últimas pessoas a reparar nisso? Os mais interessados.

Para que esteja atenta a possíveis sinais – e consiga agir antes que seja tarde demais – reunimos várias situações que mostram que um relacionamento pode estar a ir “por água abaixo”.

Não incluir o outro em situações importantes

O seu parceiro conseguiu um aumento na empresa e/ou subiu de cargo e não lhe disse nada. Aquela prima que ele adora vai casar, ele já recebeu o convite há três semanas e ainda não o mostrou e só fica a saber porque já está quase a passar o prazo de confirmação e recebe uma mensagem dos noivos. Estas situações não são confortáveis nem normais num relacionamento que está bem. Aliás, queremos sempre partilhar os momentos felizes com aqueles de quem mais gostamos, não é verdade? Se isto acontecer o ideal é ter uma conversa com o seu namorado/marido e tentar perceber o porquê de estar a agir assim. Aproveite e relembre-o de como já foi bom partilharem e viverem juntos certas alegrias.

Comparar com outra pessoa

Sejamos sinceras: por mais bom feitio que se tenha ninguém gosta de ser comparado a outra pessoa. Se há coisa que nos faz feliz é sentirmo-nos únicas e especiais. Quando o seu namorado/marido começar constantemente a compará-la, a chamá-la a atenção e a dizer que devia agir/ser como determinada pessoa é porque algo não está bem. Faça-o ver como isso a magoa e como deve gostar de si tal como é. Nesta situação tem de haver cedências de ambas as partes, ou seja, é importante que também perceba o porquê dele estar a ter esta atitude. Será que há algo em si que não gosta? Haverá alguma atitude que também pode mudar?

Implicância a toda a hora

Implica com a maneira como se senta à mesa, como anda na rua e até com a forma como come? Antes não o fazia? Alerta vermelho: fase má na relação. Quando estamos mais cansados ou com algum problema temos tendência, na maioria das vezes sem repararmos, a implicar com quem está mais próximo. Pode estar apenas a acontecer isso. Tenha paciência e explique, sem gritos, que sempre se comportou assim. Aproveite para tentar perceber o que se passa com o seu parceiro. Se as reprimendas começarem a ser cada vez mais frequentes, podem estar para vir problemas!

Vida sexual inexistente

Antes tinham uma vida sexual ativa, sem quaisquer problemas, mas tem vindo a piorar. Dormem juntos há muitos dias seguidos, mas o seu parceiro nunca manifesta vontade de fazer sexo.  Os motivos podem ser vários: pode andar mais cansado ou farto de rotinas. Aqui, a leitora tem um papel principal. Veja aqui várias dicas do que pode fazer para voltar a aumentar o desejo sexual.

Desculpas e mentiras 

Se começar a apanhar mentiras e desculpas para não estarem juntos, prepare-se, a situação é grave e é sinónimo de que a relação não está bem. Aqui é imperativo que tenha amor próprio e que não tenha vergonha de confrontar o seu parceiro para perceber o que realmente se passa. Aproveite para ler outros dois artigos que escrevemos que poderão ajudá-la: o que fazer antes de desistir de uma relação e, numa fase mais avançada, como sobreviver ao fim de uma relação amorosa.

Conhece mais algum sinal de que a relação não está bem? Partilhe-o connosco!

 

Leave a Reply