By

Um verão protegido de químicos e raios ultravioleta.

Os raios UV não são a única preocupação a ter em conta nesta época balnear. A pensar na saúde da pele e na proteção do ambiente, destaque para os protetores solares biológicos sem substâncias químicas perigosas.

Sabia que os protetores solares habituais podem causar danos nas células e poluem a água do mar? Recentemente saiu um estudo onde se comprovou que 80% destes produtos não protegem como devem ou contêm ingredientes preocupantes.
“Todos sabemos quais são os perigos da exposição prolongada ao sol se não usarmos protetor solar, mas poucos conhecem os perigos que os químicos presentes nestes protetores habitualmente provocam na nossa saúde, bem como no ambiente. Além de puderem causar alergias e danos nas células, os seus ingredientes poluem a água do mar com resíduos deixados pelo creme”, afirma Mariana Carvalho, responsável de marketing dos supermercados Brio.

Sem corantes, filtros químicos sintéticos, nem parabenos, os solares biológicos são feitos à base de filtros de minerais sem nano partículas e de plantas colhidas e cultivadas de forma responsável e sustentável. Óleo de coco, óleo de girassol, aloé vera e chá verde são alguns dos ingredientes biológicos usados para reforçar a ação protetora dos filtros não poluentes.

Todos os protetores têm uma ação de largo espectro UV-A (radiação que ocorre durante todo o ano) e UV-B (radiação que ocorre no verão), não deixam a pele branca e são igualmente resistentes à água.

Mariana Carvalho explica que “ter uma alimentação saudável, de preferência rica em frutas e legumes biológicos, e usar um protetor solar biológico eficaz é a combinação perfeita para um bronzeado 100% natural. Com os protetores bio pode aproveitar o calor do verão, enquanto protege a sua pele e respeita a natureza”.

 

Leave a Reply