By

A Sociedade Portuguesa de Hipertensão volta a insistir: é preciso reduzir o consumo de sal em Portugal e revela como.

Os portugueses continuam a consumir demasiado sal. Esta é a grande conclusão da segunda edição do Fórum do Sal, uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) que tem como objetivo identificar e definir linhas de orientação específicas e eficazes para a redução do consumo de sal em Portugal.

Um dos principais objetivos é reduzir para menos de 10 g o consumo médio de sal na população portuguesa até 2020. Meta esta que provocará diminuição da pressão arterial, do acidente vascular cerebral e da incidência do cancro do estômago, doenças associadas a este excesso. Pretende-se com isto diminuir drasticamente também os gastos em saúde relacionados com a doença cardiovascular e, por fim, sensibilizar a população e aumentar a literacia da saúde pública relativamente aos riscos do consumo excessivo de sal e às formas de o combater.

O painel de peritos nacionais e estrangeiros concluiu, então, que para atingir essas metas é necessário:

 

ilust-04 Promover uma nova redução do teor de sal no pão, de forma a atingir os níveis registados noutros países.

 

ilust-05 Diminuir a quantidade de sal nos alimentos processados.

 

ilust-06 Reduzir progressivamente o teor de sal nas refeições servidas na restauração.

 

ilust-07 Uso do semáforo na rotulagem que mostre o teor de sal em produtos
alimentares, utilizando um sistema de três cores: vermelho para produtos com teor excessivo de sal, amarelo para aqueles com teores moderados de sal e verde para os produtos com baixo teor de sal.

 

ilust-08 Levar a cabo ações educativas sobre os riscos do consumo excessivo de sal, prevenindo o consumo exagerado deste tempero (ajustadas à idade) dirigidas a toda a população desde a infância até à idade adulta, incluindo a terceira idade.

 

Comece já a cozinhar com menos sal. Experimente as receitas da SPH e do chef Paulo Vieira aqui.

 

Leave a Reply