By

Sete pecados mortais. Pessoas algemadas e vendadas. Uma mulher num varão. Vozes, música, pratos para partir e cofres com diamantes. Comida tão apetitosa que só apetece pedir bis. É assim o jantar sensorial que pode desfrutar no próximo fim de semana no Epic SANA Algarve. Já está curiosa? Ainda vai ficar mais depois de ler este artigo!

O aviso estava feito para as 20h e não podia haver atrasos. Aliás, meia hora antes já muitas pessoas estavam reunidas no Bluum Bar, o bar de cocktails moléculares do Epic SANA Algarve. Toda a gente sabia ao que ia: um jantar sensorial no restaurante Al Quimia feito pelo chef Luís Mourão, inspirado nos sete pecados mortais. No entanto, ninguém sabia o que ia acontecer.

Já na sala a meia luz os olhares não paravam de se cruzar. Não era medo nem receio. Era curiosidade, vontade de saber mais e de provar tudo. Estávamos numa espécie de preview do que vai acontecer no próximo fim de semana – embora o jantar de sábado (15/10) já esteja esgotado ainda há várias vagas para sexta feira (14/10) – e parecíamos crianças à espera da vinda do Pai Natal.

O homem das barbas não chegou, mas Adiafa prontificou-se a dar as boas vindas com um Não Quero que vás a Monda. Haveria música melhor para ilustrar a preguiça, o primeiro pecado mortal interpretado num prato com ostra com algodão doce de citrinos e caviar de arenque acompanhado por um Champagne Billecart-Salmon Blanc de blanc?

Seguiu-se a avareza, com um parfait de foie-gras e crumble de frutos vermelhos servido no fundo de um prato que parecia tapado a ouro, com vinho Caios 2012 da Península de Setúbal. Depois, bem… depois os nossos olhos foram vendados, as mãos algemadas e uma mulher começou a dançar no varão mesmo à nossa frente. Os olhos pareciam gritar pela luxúria e o paladar teve o gosto de provar teriyaki de salmão e vieira, gaspacho de ouriço-do-mar e vieira com aphrodite (mescal, shrub de cenoura roxa, sumo de lima e xarope de gengibre).

O momento mais hilariante da noite aconteceu a seguir e a culpa foi da inveja. Para a mesa veio um livro em forma de caixa para todos com uma espinha de peixe a decorar. Ao nosso lado havia copos de vinho tinto e nós… nada. “Esqueceram-se de te servir o vinho tinto. Ha ha ha!”, ouviu-se. Não satisfeitas (e com alguma inveja, vá), chamámos a assistência (um dos empregados) para perguntar o porquê. “Para a senhora é este vinho branco porque vai comer lagosta!”, responderam-nos. O “gozão” vindo do lado (que até à um minuto troçava por não termos vinho tinto) engoliu em seco – “Hi! Afinal vais comer lagosta e eu robalo!”. Uma prova de que a inveja fez bem o seu papel.

Já com o estômago bastante satisfeito recebemos a ira em forma de vitela cozinhada a baixa temperatura e grelhada, vitelote, puré de cherovia e cenoura roxa. Nessa altura, ouvia-se Thunder Struck de AC/DC e bebia-se Mãos Reserva 2011 do Douro.

Para o fim ficou a vaidade (um gelado de morango com pimenta, perfume de água de rosas e diamantes de açúcar) e a gula (um pecado de doces que dava para um batalhão).

Se pudéssemos dar um nome a um oitavo prato escolheríamos a saudade. É isso que sentimos do momento de sábado e que a leitora vai sentir se for ao jantar sensorial do Epic SANA Algarve, no próximo fim de semana. Como já referimos em cima, o jantar de sábado já está esgotado, mas foi aberta uma nova data, para sexta feira. Cada jantar tem o custo de 180€ por pessoa com vinhos.

Para ficar ainda com mais informações (e água na boca) veja a galeria em baixo.

jantar sensorial

Aperitivos

 

Leave a Reply