By

Acreditam em amor à primeira vista? Eu, no que diz respeito a lugares, acredito piamente e, ontem, mal pus o pé em Chefchaouen, foi isso que me aconteceu. Olhei para o mapa à entrada da vila e pensei que o melhor era deixar-me levar pelas ruas e vilas, caiadas de azul (muitas vezes aquele azul que se vê nas piscinas, o que faz com que não seja difícil de nos imaginarmos a caminhar dentro de uma), sem grande norte, ir onde as escadarias me levavam num sobe e desce constante, que torna esta vila apaixonante.

chefchaouen

A simpatia dos habitantes de Chefchaouen é notória e é impossível não parar para falar com todos aqueles que nos abordam. Há quem fale português (como o caso de uma rapaz que tinha um amigo português, «o Victor que traz turistas portugueses para cá», disse-me ele como se apenas houvesse um Victor em Portugal) mas é o espanhol que domina. Houve quem me convidasse a ver o terraço de um café, outros deixaram-me entrar num hostel aberto ao público há um mês para mostrar com orgulho todo o trabalho de restauro e decoração, a troco apenas de umas palavras. Senti-me em casa, tanto que outros turistas já me perguntavam indicações e até uma sra. árabe perdida da família veio pedir ajuda para encontrar a praça central.

chefchaouen 3

Em Chefchaouen apetece tirar fotografias em cada recanto, entrar em cada porta e sentar nos degraus das escadas das ruas e ficar por ali sem olhar para o relógio, no entanto, este soou à hora do chamamento para a reza do almoço. Enquanto os habitantes da vila se encaminhavam para a mesquita, eu encaminhei-me para o restaurante, o tempo em Chefchaouen já estava em contagem decrescente. À partida para Fez, o meu coração permaneceu ali e só voltou, quando no meio do nada e já depois de muitas horas de autocarro, surge um lago, umas barraquinhas de venda de legumes e um pôr-do-sol extraordinário, cenário que teve tanto de inesperado como de comovente. É por isto que adoro viajar: as surpresas aparecem quando menos esperamos e a paixão surge constantemente.

 

A Saber Viver viaja a convite do Turismo de Marrocos

 

 

Leave a Reply