By

Final de ano é sinónimo de balanço em todas as áreas da nossa vida. Aqui, mostramos-lhe aquilo que a ciência concluiu nos últimos 12 meses no mundo da alimentação. São conclusões que mostram o que é e não é saudável na nossa vida.

Sabe qual é a especiaria que ajuda a queimar mais gordura? E a dieta que deve seguir para viver mais anos? Faz parte dos 35% de portugueses que estão mais preocupados com a alimentação?

Todos os anos são concluídos estudos feitos por investigadores na área da alimentação. Muitos deles são feitos durante anos e com um grande número de pessoas com características diferentes, de forma a serem conseguidos os dados mais fidedignos possível. A seguir, juntamos as descobertas mais importantes da alimentação. Conheça-as.

Cominhos podem ajudar a queimar três vezes mais gordura

Um estudo realizado na Universidade de Ciências Médicas Shahid Sadoughi diz que esta especiaria não só regula os níveis de colesterol, como ajuda a queimar três vezes mais gordura. Para conseguirem conclusões foram estudadas dois grupos de mulheres que seguiram a mesma dieta durante três meses – um dos grupos consumia uma colher de chá com cominhos por dia. No fim, concluiu-se que estas mulheres perderam 14,64% da gordura corporal (quase o triplo da perda do grupo que não ingeria cominhos que ficou nos 4,91%).

Portugueses estão mais preocupados com a alimentação

Em setembro, a empresa que estuda os consumidores Nielsen, mostrou que hoje em dia, 35% dos portugueses praticam dietas que limitam ou proíbem o consumo de açúcar e 32% o consumo de gordura. A Nielsen concluiu ainda que 79% dos portugueses acreditam que as refeições preparadas em casa são mais saudáveis que as pré-confecionadas. Aproveite e faça as refeições saudáveis que sugerimos para levar para o trabalho.

Dieta mediterrânica aumenta a longevidade

A notícia foi avançada pelo The Guardian. Segundo as declarações dadas pelo médico Giovanni de Gaetano ao jornal britânico, quem come muito peixe, azeite, vegetais e frutos secos tem três vezes menos probabilidade de morrer cedo. A conclusão é retirada de um estudo feito em Roma durante sete anos, que 1200 pessoas que já sofreram ataques cardíacos, enfartes e de artérias bloqueadas.

Consumir curcuma afasta a depressão, asma e eczema

Esta é a conclusão de um estudo realizado pela BBC, no projeto Ask Me, I’m a Doctor. Segundo os investigadores foi encontrado um gene no açafrão das Índias que tem efeitos positivos para a saúde e afasta a depressão, eczema e asma. Para chegarem a esta conclusão foram criados três grupos de adultos: um consumiu uma colher de chá de curcuma todos os dias misturado com o iogurte ou outros alimentos, outro teve de consumir um suplemento de curcuma do equivalente a uma colher de sopa serviu como grupo de controlo, tomando um suplemento de placebo.

Bebidas light aumentam o apetite

É o que diz a conclusão de um estudo publicado no International Journal of Obesity pela Agência de Ciência, Tecnologia e Investigação de Singapura, que garante que este tipo de bebidas não só não faz perder peso como ainda aumenta o apetite. “A energia poupada através da substituição do açúcar por adoçantes não nutritivos foi totalmente compensada em refeições subsequentes neste estudo, portanto, não foi encontrada nenhuma diferença no consumo total de energia diária”, disse Sr. Siew Ling Tey, cientista envolvido no estudo ao Daily Mail.

Quinoa, chia, sésamo e girassol estão a chegar ao mercado sem controlo de qualidade

”São produtos vendidos em supermercados, em casas comerciais sem controlo de qualidade nenhuma, induzindo nas pessoas a ideia de que podem consumir à vontade, que é muito saudável, e que não desencadeia qualquer tipo de situação ou sintomas colaterais, mas isso não corresponde à verdade”, disse em outubro o presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, José Cotter à Agência Lusa.

Já conhecia estas descobertas na alimentação? Conhece mais alguma?

 

Leave a Reply