By

Ora porque já chegamos tarde a casa, ora porque saímos cedo, ora porque não nos apetece cozinhar, são três desculpas para não levarmos almoço para o trabalho no dia seguinte. O que acontece? Não conseguimos poupar dinheiro ao final do mês.

Não vamos mentir: sabe bem sair do trabalho à hora do almoço, andar um pouco, almoçar fora e arejar. Mas também nos sabe bem chegar ao final do mês e perceber que conseguimos poupar uma quantidade significativa de dinheiro porque levámos comida de casa para o emprego.

Se organizarmos bem as coisas conseguimos um meio termo. Basta que tenhamos atenção a um determinado número de coisas e sejamos certas nas nossas decisões. Tem dúvidas? Vamos ajudá-la a conseguir ser mais poupada com as dicas seguintes.

  • Inclua sopa e fruta nas refeições. Os legumes e a fruta são dos alimentos com mais nutrientes que existem. Só por isso são um bom ponto de partida, para além de que bem escolhidos, não são alimentos caros. Ao incluir a sopa e a fruta terá uma refeição mais completa e não precisará de um segundo prato tão composto;
  • Não deite fora os restos. Use-os para completar outros pratos. Por exemplo, se fizer frango para o jantar e sobrar apenas uma perna, desfie-a e faça uma salada mais composta para levar na marmita;
  • Se for comer fora aproveite as aplicações com descontos. Agora, já há imensas cadeias de restaurantes que têm aplicações com desconto. Há também o The Fork, uma aplicação que tem descontos em vários sítios até 50%;
  • Beba água ao almoço. Primeiro porque é a bebida que melhor faz à saúde. Depois porque na maioria dos sítios, os copos de água não se pagam;
  • Se não tiver almoço opte pelo take away e coma no trabalho. Assim, evita pagar o couvert, bebida e sobremesa;
  • Se for jantar fora e sobrar leve para casa. Isso dar-lhe-à uma refeição para o dia seguinte;
  • Tome um bom pequeno-almoço e invista em snacks saudáveis durante o dia. Assim, ao almoço não lhe irá apetecer comer como se não houvesse amanhã.

Tem mais estratégias para poupar ao almoço? Partilhe-as connosco!

2 Comments

  1. jpg1@sapo.pt'
    Paulo / 19 de Janeiro de 2017 at 12:57 /Responder

    Boa tarde

    Em vez de nos ensinarem como se poupa ao almoço, deveriam era estar preocupados em ensinarem como reivindicarmos melhores salários para não passarmos restrições às refeições. Poderão dizer que a revista não trabalha esse tipo de coisas. Ok, então sugiro acabarem com esse tipo de artigos, pois não contribuem em nada para a melhoria das condições de vida das pessoas. Ganhas mal, muito bem então vou ensinar-te a poupar. Ora, isto não serve para nada, no essencial não se focam vocês, mas apenas no acessório.
    E assim as pessoas lá vão andando e focadas em poupar na comida e adormecidas para reivindicarem. Falem de coisas interessantes para avida das pessoas e deixem-se de coisas menores.

  2. jpg1@sapo.pt'
    Paulo / 19 de Janeiro de 2017 at 12:58 /Responder

    Boa tarde

    Em vez de nos ensinarem como se poupa ao almoço, deveriam era estar preocupados em ensinarem como reivindicarmos melhores salários para não passarmos restrições às refeições. Poderão dizer que o blog não trabalha esse tipo de coisas. Ok, então sugiro acabarem com esse tipo de artigos, pois não contribuem em nada para a melhoria das condições de vida das pessoas. Ganhas mal, muito bem então vou ensinar-te a poupar. Ora, isto não serve para nada, no essencial não se focam vocês, mas apenas no acessório.
    E assim as pessoas lá vão andando e focadas em poupar na comida e adormecidas para reivindicarem. Falem de coisas interessantes para avida das pessoas e deixem-se de coisas menores.

Leave a Reply