By

Já tem muitos anos de casa, considera-se uma funcionária exemplar e acha que o seu desempenho tem subido a produtividade da empresa? Considera-se mal paga e quer um aumento? Há maneiras e maneiras de o pedir. Saiba como fazê-lo sem deitar tudo a perder.

O não está garantido. Esta é uma daquelas frases feitas que nos dá alguma força quando temos de pedir alguma coisa a alguém. Pedir um aumento ao nosso chefe é uma dessas situações. Não é fácil!

Como é que o faço? Como será que o meu chefe vai reagir? Será que ele acha que mereço? Será que vou conseguir? Estas são algumas das questões que pairam na nossa cabeça na altura de reunir com o patrão. Parece impossível receber uma resposta positiva mas, na verdade, não o é. Só tem de criar uma boa estratégia com os passos que lhe damos a seguir.

No entanto, antes de tomar a decisão de pedir ao seu chefe para reunir com ele não se esqueça de analisar se é uma boa altura para o fazer. Se a empresa está a despedir empregados ou se o valor que está a ganhar é superior ao dos seus colegas com as mesmas funções, talvez deva esperar uns tempos.

Conheça a política empresarial da empresa

Questione os recursos humanos (ou até mesmo os seus colegas com quem tem mais confiança) se na sua empresa há alguma altura específica em que são feitos aumentos. Há sítios em que, por exemplo, os ordenados são aumentados depois de uma avaliação anual ou de X em X anos.

Não ameace despedir-se

Simplesmente porque ainda tem uma surpresa e é… despedida. Se disser ao seu chefe que se este não lhe der um aumento se vai embora, fará com que ele se sinta ofendido. Além de que pode soar a uma falta de profissionalismo que não tem.

Valorize-se

Um aumento de ordenado requer pesquisa. É importante que tenha uma noção não só do que os seus colegas ganham a desempenhar as mesmas funções, como o valor que é pago a pessoas de outras empresas com os mesmos cargos. Bem fundamentado, pode apresentar esses dados ao seu chefe.

Seja persuasiva 

Em casa, com calma, elabore uma lista de argumentos a seu favor. Aponte as vezes em que se destacou, que alcançou e ultrapassou os objetivos da empresa e todas as tarefas extra que fez de bom grado durante todo o ano. Na altura de mostrar essas informações ao seu patrão, não se esqueça de realçar a positividade com que exerce o seu trabalho, o espírito de equipa e interajuda que a destacam.

Não ponha de parte a negociação

Há uma forte probabilidade de lhe apresentarem um contravalor, um pouco mais baixo de que o proposto por si. Pense nos prós e contras e não ponha de lado aceitar essa negociação. Mais vale aceitá-la do que se manter tudo igual.

Atenção ao que diz e como diz

Uma coisa é realçar, como escrevemos em cima, o seu espírito de equipa, por exemplo. Outra é usar argumentos como “chego sempre a horas”. Esta é uma situação que faz parte do seu rol de obrigações, logo, nunca será valorizada. Aliás, até pode ser mal interpretada!

Esteja confiante

Pratique em frente ao espelho ou peça mesmo a amigos ou familiares para treinarem a conversa consigo. É uma forma de treinar o seu nervosismo e não só: quem a está a ouvir pode chamá-la a atenção de argumentos que sejam mais fracos.

Já alguma vez pediu um aumento? Conte-nos como correu!

 

Leave a Reply