By

Será que o sexo feminino e masculino olham para a maquilhagem da mulher da mesma forma? Se não, o que pensa uma mulher quando vê outra com batom vermelho no trabalho?

Se há mulheres que dispensam todo o tipo de maquilhagem e até assumem que não sabem aplicar um blush, por exemplo, também há outras que não saem de casa sem antes pôr pó, eyeliner, lápis preto e, muitas vezes, arriscar um batom vermelho – mesmo que o destino seja o emprego.

Foi a pensar nessas mulheres, e na forma como são vistas perante os colegas, que investigadores decidiram analisar a questão. As conclusões foram publicadas na edição de outubro de 2016 da revista Perception. Na análise participaram quarenta mulheres, fotografadas com e sem maquilhagem, cujas fotos foram mostradas a 128 colegas do sexo feminino e masculino. Os espectadores tinham de classificar as imagens em três categorias: atrativa, dominadora e prestigiosa.

A conclusão foi a esperada: a avaliação varia, significativamente, entre os homens e as mulheres. Enquanto o sexo masculino identificou as fotografias das mulheres maquilhadas maioritariamente como prestigiosas, o sexo feminino escolheu a opção “dominadora” em maioria. Depois de questionarem os entrevistados sobre as suas escolhas, a conclusão foi clara: os homens acham que as mulheres maquilhadas são mais atraentes e competentes, enquanto que as mulheres acham os seus pares maquilhados mais competitivos, logo, dominadores.

Perante estas conclusões, os investigadores decidiram fazer um novo estudo e nomearam apenas mulheres para verem as mesmas fotografias. Desta vez, as perguntas foram outras, de forma a perceberem se o facto das mulheres estarem maquilhadas faz com que se desencadeie competição sexual. Assim, as 48 entrevistadas tiveram de dizer, por exemplo, se sentiram ciúmes se a colega maquilhada interagisse com o seu parceiro. As respostas não só foram maioritariamente afirmativas, como ao classificarem as colegas, o sexo feminino usou muitas vezes a palavra promiscua.

O que tem a dizer sobre este assunto? Até que ponto devemos classificar uma pessoa tendo como base as suas escolhas cosméticas?

 

Leave a Reply