By

Dois mil e dezasseis é um ano de grandes concertos, mas também bons filmes e excelentes peças de teatro. Marque já na sua agenda.

Cinema

Tal como habitual, o início do ano é pródigo em estreias de cinema. No dia 21 de janeiro estreia um dos filmes mais esperado dos últimos tempos, O Renascido de Alejandro González Iñárritu, que tem Leonardo DiCaprio no principal papel, um caçador que fica ferido e é abandonado por um dos seus companheiros. Uma semana depois, é a vez de O Caso Spotlight, baseado numa história verídica, aborda o escândalo de abusos de crianças na Igreja Católica revelado pelo The Boston Globe, com Rachel McAdams, Michael Keaton e Mark Ruffalo.
A 11 de fevereiro sai Quarto, um drama que revela a vida de uma mãe e filho que vivem fechados num quarto isolados do mundo, do qual vão querer fugir.  A 18 de fevereiro, estreia a comédia Zoolander No.2, que mostra os famosos modelos Derek e Hansel dez anos depois do primeiro filme. Ambos perderam o lugar de destaque no mundo da moda, ao qual voltam para descobrir o assassino de várias celebridades. A 25 do mesmo mês, chega às salas de cinema Salve, César!, uma comédia com George Clooney, um ator que é raptado durante a rodagem de um épico.
No último dia de março, estreia Il Racconto di Racconto, de Matteo Garrone, realizador de Gommorra, que agora se inspirou no livro Pentamerone, coleção de contos tradicionais infantis napolitanos e convidou Salma Hayek e Vincent Cassel para os principais papéis. Já em abril, a 14, sai o clássico O Livro da Selva, que fala de Mogli, o rapaz criado na selva por uma família de lobos. A 1 de junho, é a vez do famosos jogo Angry Birds chegar ao grande ecrã.

Música

O ano de 2016 promete grandes concertos. Em feveiro (26 e 27), não perca a oportunidade ímpar (que neste caso é dupla, por estar agendado um concerto para Lisboa – Culturgest – e outro para o Porto – Hard Club) de ver atuar Black Bombaim acompanhado do saxofonista do free jazz, Peter Brötzmann.
Março começa com concerto dos Boyce Avenue (2 de março) e dos Eagle Of Death Metal (5 de março), ambos no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Para os amantes da música eletrónica, o terceiro mês do ano traz o Lisboa Dance Festival, na LX Factory. Nos dias 4 e 5 de março, estão agendados concertos e djs sets com os melhores nomes da música eletrónica, nacionais e internacionais, palestras, conferências e workshops. Estão já confirmados Sven Vath, ÂME, Move D, Glenn, Astro.
Em abril, é a vez dos Linda Martini (2 de abril) e Fat Freddy’s Drop (12 de abril) subirem ao palco do Coliseu de Lisboa, enquanto Florence + Machine estarão a 18 de abril no Meo Arena. Em Maio, chegam a Portugal os Muse (2 e 3 de maio), ACDC  (7 de maio) e Adele (21 e 22 de maio). Os dois últimos fins de semana do mês, marcam o arranque dos festivais de verão com o Rock in Rio-Lisboa que já tem a confirmação da presença de Queen+Adam Lambert, Maroon 5, Rival Sons, Korn e Hollywood Vampires. O NOS Alive está agendado de 7 a 9 de julho com The Chemical Brothers, John Grant, Courtney Barnett e Pixies no cartaz.  Uma semana depois, de 14 a 16 de julho, o Parque das Nações volta a receber o Super Bock Super Rock e já garantiram a presença The National, Jamie XX e Kendrick Lamar.  Nas mesmas datas, realiza-se também o Meo Marés Vivas, que já tem confirmado Elton John.

Teatro

Tal como no cinema, são várias as estreias nos palcos portugueses. De 11 a 13 de fevereiro, a peça Se Alguma Vez Precisares da Minha Vida, Vem e Toma-a estará em cena no Teatro Nacional de São João.
No Teatro Municipal de Almada é possível assistir, por exemplo, a António e Maria (12 de março) e Freis Luís de Sousa (1 a 30 de abril). De 3 a 6 de março, no Teatro Municipal São Luiz estreia Cabul adaptação livre de A Missão, de Heiner Müller, pela mão de Rui Horta e com o ator Pedro Gil. A 6 e 8 de maio, no mesmo teatro, estreia Conceito do Rosto do Filho de Deus marca o regresso a Lisboa do encenador italiano Romeo Castellucci, após dez anos de ausência. A peça estará em cena de 6 a 8 de maio.
No Teatro D. Maria II, estará em cena de 10 a 12 de março, Ivanov, um original de Tchekov, e Impromptu de Versalhes, de 13 de abril a 30 de abril. Esta última peça estreia no dia em o D. Maria II celebra 170 anos de atividade e que são inauguradas duas grandes exposições a partir do arquivo do teatro.

ivanov_680_42411429456212d22a45c4

Espetáculos

Depois de Anne Teresa de Keersmaeker (2012) e de Tim Etchells (2014), Lisboa convidou Faustin Linyekula para ser o Artista na Cidade 2016. Esta bienal começou no dia 14 de janeiro e decorre até ao final do ano em várias salas de espetáculos lisboetas. Faustin Linyekula, bailarino, coreógrafo, encenador e contador de histórias congolês irá apresentar criações originais com artistas, estudantes e habitantes da cidade.

ilust_esptaculo

 

Leave a Reply