By

Este fruto está na moda. É caso para dizer que há modas que vêem por bem! O abacate não só ajuda a produzir pratos deliciosos, como faz bem à saúde. 

Que o abacate faz bem à saúde, já sabíamos. Fornece proteínas, fibras, betacaroteno e polifenóis, vitaminas A, C e E, algumas do complexo B, incluindo B3, B5, B6 e ácido fólico, este último essencial na dieta das grávidas. Contém ainda elevados teores de potássio, magnésio, ferro, cobre e zinco. Mas, apesar desta desta peça de fruta ser um dos alimentos sensação do ano, não tem grande piada se for ingerida sem nada a acompanhar, nem que sejam algumas gotas de limão – experimentem, fica uma delícia! Os mexicanos que o digam, pioneiros como são do uso do abacate como base para refeições saborosas, como o molho de guacamole. É que no México o abacate é servido com quase tudo, sendo por isso este país responsável por 40 por cento da produção mundial de abacates – em Portugal, esta cultura encontra-se, sobretudo, no Algarve e na Madeira.

Como escolher?

Na altura da compra, deve-se ter atenção e escolher frutos sem manchas negras ou sinais de grande maturação; deverá ter a pele intacta e ao pressionar com o polegar sobre o fruto não se deverá sentir que cede à pressão.

Quando o abacate não estiver totalmente maduro deverá ser conservado à temperatura ambiente durante 1 a 3 dias, no entanto se já estiver maduro deverá ser conservado na parte menos fria do frigorífico. Se se consumir só uma parte do abacate o restante poderá ser guardado sem que se estrague, bastando para tal, espremer sumo de limão sobre ele.

Agora, o mais curioso de tudo é a própria origem do seu nome, nada elegante: é que o termo vem de aguacate, uma versão em espanhol para o nome original, ahuacatl, que significa testículo, imagine-se.

A febre do abacate

O certo é que, hoje em dia, a febre do abacate espalhou-se por todo o lado. Por exemplo, em Amesterdão, existe um café curioso que dá pelo nome de The Avocato Show (avocado é abacate em inglês) onde o abacate é o protagonista de todos os pratos e a apresentação é magnífica.

The Avocato Show, em Amesterdão

Do outro lado do Oceano, no bairro de Brooklyn, em Nova Iorque, o Avocaderia é o primeiro espaço que serve refeições fast do mundo feitas com abacate, como o Pico de Gallo do México, o Shichimi do Japão e o Duqqa do Egito. Está aberto de segunda à sexta das 11h00 às 16h00 e inclui uma abundante lista de ingredientes crus, bem como técnicas de culinária não invasivas para manter a autenticidade única do alimento que já é por si saudável.

Avocaderia, em Brooklyn, Nova Iorque

Até à data tudo bom – mas, como diz o ditado: quando a esmola é grande o pobre desconfia, não é? É que há aqui um grande senão. Por se ter tornado tão popular, o preço do abacate subiu, principalmente em países onde o cultivo não é muito comum, recorrendo à sua importação, como o Reino Unido. O jornal britânico The Guardian publicou há uns dias um artigo que, devido à procura crescente de abacate pela China e por causa de problemas de cultivo no México, Perú e Estados Unidos, o preço desta fruta aumentou mais de 50 por cento.

de acordo com dados do Observatório Agrícola português, por cá a balança comercial também é deficitária. O escoamento do abacate algarvio é feito com alguma dificuldade, sobretudo devido ao hábito não enraizado de consumo deste fruto, no entanto as variedades Reed e Hass são as melhor aceites. Uma parte significativa da produção da variedade Hass no Algarve é vendida para Espanha, e o abacate produzido na Madeira é consumido na região.

Guacamole “à maneira” de Isabel Silva

No seu primeiro livro O Meu Plano do Bem,  a apresentadora Isabel Silva revela um outro lado seu menos conhecido, “a minha comida do Bem. Eu sou aquilo que como e, por essa razão, todos os legumes, frutas, leguminosas, proteínas, hidratos e até mesmo as ‘gordices’ têm de ser de Verdade”, escreve no seu blogue iamisabelsilva.com. Foi deste livro que retirámos esta receita deliciosa de guacamole e wraps de beterraba.

Receita de guacamole do livro O Meu Plano do Bem, de Isabel Silva

 

Guacamole à minha maneira

Ingredientes

  • 2 abacates
  • 1 tomate, cortado em pedaços pequenos
  • ½ pimento amarelo, cortado em pedaços pequenos
  • 1 cebola-roxa picada
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de pimenta
  • Coentros picados
  • Raspa de sumo de 1 lima

Preparação

Retire a polpa do abacate e esmague com um garfo. Misture com os outros ingredientes. Retifique os temperos e reserve no frigorífico até ao momento de servir (pode ser feito também num processador de alimentos).

Wraps de beterraba (8 wraps)

Ingredientes

  • 150 g de farinha de grão-de-bico
  • 50 g de farinha de arroz
  • 1 pitada de sal
  • 250 ml de água
  • 2 dentes de alho
  • Sumo e raspa de 1 limão
  • 1 beterraba pequena
  • 1 pedaço pequeno de gengibre frescoPreparaçãoTriture a beterraba, o alho e o gengibre. Junte o sumo e a raspa de limão e volte a triturar. Numa tigela, misture as farinhas, o sal, vá acrescentado a água para ligar e, no fim, junte a mistura triturada.  Numa frigideira antiaderente untada com azeite, coloque uma concha de massa e deixe em lume brando. Quando começar a formar pequenas bolhas, vire cuidadosamente e deixe alourar do outro lado. Repita o processo até a massa terminar.

É desta que vai experimentar abacate? Conte-nos a sua experiência.

 

Leave a Reply